Fotos do subsolo

TMGL

Entrevistamos o fotógrafo holandês Reinier Gerritsen, que se viciou em clicar gente devorando livros físicos e digitais nas plataformas, vagões e escadarias do metro de Nova York

(por Hamilton dos Santos)

A arte do fotógrafo holandês Reineir Gerritsen, como nota o também fotógrafo Gus Powell, resulta da espera, do entretempo, do ínterim, daquele exato momento em que as pessoas emanam uma certa serenidade, uma certa concentração.

Seus olhos voyeurísticos extraem o individual do grupo. É um mestre na observação das posturas, das expressões e do vestuário do indivíduo imerso na multidão. Do meio da aglomeração, seus personagens recolhem-se para a sua esfera privada, criando as suas próprias dimensões em pleno espaço público.

Essa descrição vale para toda a vasta produção fotográfica de Gerritsen, mas é ainda mais exata quando se trata de descrever a série intitulada The Last Book (O Último Livro), seu mais recente trabalho.

Ver o post original 1.908 mais palavras

Publicado por

TEMMAISGENTELENDO

Festeja, cultua e apoia o gesto da leitura nos espaços públicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s