Getúlio e Kafka entram na lista dos mais lidos da semana, mas R.R. Martin continua no topo

Esta semana (13 a 18/07/2015) foi surpreendente: nunca havia flagrado gente lendo Kafka e, de repente, em menos de cinco dias, notei seis pessoas lendo ora O Processo ora A Metamorfose. A princípio, não consegui relacionar o fato com alguma efeméride ou outro fenômeno qualquer. Seja como for, muito bom observar que o gosto do leitor pende para um autor tão genial quanto o autor tcheco, que escrevia em alemão.

Outra surpresa foi Steve Jobs (1955 – 2011). Além de sua biografia escrita por Walter Isaacson, vi algumas pessoas lendo ou variações pocket dessa biografia ou outros livros sobre o homem da Apple (não consegui identificar a autoria e a editora de todos, mas fiz o registro pelas capas das brochuras).

Além disso, anotei três pessoas lendo a biografia de Getúlio Vargas, escrita por Lira Neto, que nos curte e nós do Tem Mais Gente Lendo o curtimos.

De resto, a série Crônicas de Gelo e Fogo, de R.R. Martin, continua bombando. Ainda no topo.

Sobre este nosso Ranking Semanal, vale repetir que ele não tem ciência. É uma mera e rudimentar  apuração feita por mim e pelo Sérgio Miguez a partir do nosso trabalho de fotografar pessoas lendo nos espaços públicos da cidade.

Vale repetir também que para compor esta enumeração, somamos as ocorrências, isto é, quantas vezes vemos determinado livro/autor em nossas andanças pela cidade. Aprecie nossa lista. E compartilhe. (Hamilton dos Santos)

 

  1. As Crônicas de Gelo e Fogo, série de R.R. Martin (Editora Leya)
  2. O Inferno e outros  livros de Dan Brown (Editora Arqueiro)
  3. Cidade de Papel, de John Green (Editora Intrínseca)
  4. Steve Jobs, de Walter Isaacson (Editora Companhia das Letras)
  5. O Segredo, de Rhonda Byrne (Editora Sextante)
  6. O Poder do Hábito, de Charles Duhigg (Editora Objetiva)
  7. Espinhos do Tempo e outros livros de Zibia Gasparetto (Editora Vida e Consciência)
  8. Jesus, o Maior Psicólogo que já Existiu, de Mark W. Baker (Editora Sextante)
  9. GETULIO, de Lira Neto (Editora Companhia da Letras)
  10. O Reverso da Medalha e outros livros de Sidney Sheldon (Editora Record)
  11. Bíblia (Várias Edições)
  12. O Processo e outros livros de Kafka (Editora Companhia das Letras)

 

Revistas

  1. Veja (Editora Abril)
  2. Época (Editora Globo)
  3. Exame (Editora Abril)
  4. Mente & Cérebro (Duetto Editorial)
  5. Galileu  (Editora Globo)

 

 

 

 

 

Publicado por

TEMMAISGENTELENDO

Festeja, cultua e apoia o gesto da leitura nos espaços públicos.

Um comentário em “Getúlio e Kafka entram na lista dos mais lidos da semana, mas R.R. Martin continua no topo”

  1. Nos últimos meses, a Bienal Internacional do Livro de Pernambuco tem realmente mostrado a que veio. Ela tem trazido cada vez mais parcerias, inovações, informações sobre a feira, e, é claro, tem também recebido a devida divulgação por todos esses grandes passos que estão sendo dados até o tão esperado dia 2 de outubro.

    Dentre as maiores novidades estão o aplicativo Bienal, a Plataforma de Lançamento e o estúdio de transmissão do Sistema Jornal do Commercio que funcionará dentro da feira. 2015 chegou com essas incríveis inovações, que prometem aprimorar ainda mais a experiência do maior evento literário do Nordeste.

    A divulgação de autores homenageados como Marcelino Freire, Ascenso Ferreira e Miró da Muribeca é só o começo do grande acervo de personalidades ilustres que irão enriquecer o clima da X Bienal do Livro de Pernambuco.

    Além disso, parcerias de peso com organizações como a ANL – Associação Nacional de Livrarias, CBL – Câmara Brasileira do Livro, portal O Nordeste e Mariposa Cartonera têm tido um papel crucial na ampliação dos horizontes da Bienal, tanto na sua inserção na mídia, como no universo literário em si. Também não podemos nos esquecer da presença da Bienal na FILBO – Feira Internacional do Livro de Bogotá, que junto a esses notórios parceiros, só ajudou a confirmar a força que a Bienal tem tomado no âmbito nacional, e internacional!

    Mas algo que já não é mais novidade, é que a Bienal de Pernambuco pauta nas pessoas o seu maior interesse. E, na sua edição comemorativa de 20 anos, a missão principal é aproximar as pessoas e empreendimentos que visam transformar a sociedade através do livro, propagando o conhecimento como patrimônio imaterial libertador.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s